Tutorial do Magento

Site de comércio eletrônico com MagentoEscolher uma plataforma de comércio eletrônico adequada para os seus negócios pode ser um desafio. Existem várias opções a considerar – incluindo Magento e Shopify – bem como vários fatores que podem influenciar sua decisão.


Como uma das principais plataformas de comércio eletrônico do mercado atualmente, o Magento oferece uma solução abrangente para varejistas da Internet. De fato, mais de 180.000 lojas online use-o para exibir e vender seus produtos. Existem várias opções quando se trata de preços, incluindo algumas que dependem da sua receita anual.

Neste guia passo a passo, explicaremos as diferenças entre as variações do Magento. Também discutiremos tudo o que você precisa saber para lançar uma loja online com esta plataforma, incluindo a escolha de um plano de hospedagem na web apropriado. Vamos direto ao assunto!

O que você deve saber sobre o Magento antes de iniciar seu site de comércio eletrônico

Magento faz parte do Adobe Experience Cloud. O apoio de um dos maiores desenvolvedores de software do mundo é um testemunho de sua estabilidade. É uma escolha popular para quem deseja iniciar uma loja on-line, ranking número três entre os 1 milhão de sites que usam uma solução de comércio eletrônico:

A página inicial da plataforma de comércio eletrônico Magento.

Parte de sua popularidade pode ser devida em parte às suas diversas ofertas. Magento opera um pouco diferente de plataformas como o WordPress. Em vez de uma solução única para todos os usuários, possui pacotes específicos para pequenas empresas, sites de nível corporativo e aqueles que se enquadram entre.

Além disso, existem várias versões da plataforma disponíveis com diferentes preços e níveis variados de gerenciamento. Discutiremos isso com mais detalhes em breve.

O processo de configuração inicial do Magento deve levar apenas cinco minutos para ser concluído. No entanto, estimar quanto tempo você precisará adicionar todas as suas páginas de produtos e configurar seu tema é um pouco mais complicado. Isso dependerá do tamanho do seu catálogo e da complexidade das configurações..

Dito isto, há alguns recursos valiosos para verificar quando o site de comércio eletrônico estiver em funcionamento. Por exemplo, você terá acesso a soluções de marketing integradas que cobrem vários canais. Isso anda de mãos dadas com a abordagem do Magento para integrar perfeitamente as experiências de compras físicas e digitais.

Compreendendo a família de produtos de desenvolvimento Web da Magento

Se você está procurando uma solução de comércio eletrônico dedicada, o Magento tem muito a oferecer. No entanto, é importante observar que esta plataforma possui três variações distintas, incluindo:

  • Código aberto Magento. Esta edição é gratuita, mas você precisará hospedar seu novo site de comércio eletrônico. Isso geralmente significa pagar por um plano de hospedagem. Embora esta versão tenha menos recursos, ainda existem muitos benefícios em usá-la.
  • Magento Commerce. Anteriormente chamada Magento Enterprise, esta versão oferece mais recursos, como o Estúdio Progressive Web Application (PWA) e um construtor de páginas de arrastar e soltar. Você ainda precisará escolher um provedor de hospedagem, mas terá acesso ao suporte profissional.
  • Magento Commerce Cloud. A variação mais recente do produto principal do Magento é muito semelhante à opção anterior. No entanto, ele usa uma infraestrutura de nuvem subjacente da Amazon Web Services (AWS) que pode melhorar o desempenho do site, além de outros recursos úteis.

Se você está iniciando sua marca ou está com um orçamento muito apertado, provavelmente desejará optar pela versão de código aberto da plataforma. Para aqueles que têm um pouco mais de flexibilidade no preço, a decisão principal será se você está satisfeito com a hospedagem da Magento na AWS ou se deseja procurar outro provedor.

Em termos de custos, quanto você gasta para usar o Magento Commerce ou Magento Commerce Cloud é determinado por sua receita anual de vendas. Pequenas lojas que estão trabalhando na criação de uma base de clientes podem se beneficiar desse sistema. Dito isto, pode se tornar bastante caro.

O Magento também oferece vários produtos adicionais, como o Business Intelligence plataforma. Possui rastreamento avançado e análise de dados enquanto o Gerenciamento de pedidos A ferramenta permite manipular várias lojas de um painel. Você pode experimentar muitas extensões de terceiros, independentemente da versão que você está usando.

Como criar um site de comércio eletrônico com o Magento Open-Source (em 11 etapas)

O Magento pode parecer um pouco intimidador no começo, mas detalhamos o processo de instalação para você. Abordaremos as etapas necessárias para criar e lançar um site com a versão de código aberto da plataforma.

Antes de começar, é melhor se você crie uma conta Magento grátis. Este é um portal separado do site que você criará, mas você pode facilmente passar de um para o outro. Sua página de usuário fornecerá informações sobre os produtos que você comprou, faturamento e muito mais.

Etapa 1: Revise os requisitos de servidor do Magento

Como a maioria das plataformas de desenvolvimento de sites, o Magento tem certos requisitos que devem ser atendidos por qualquer servidor que hospede a plataforma. Convém anotá-los antes de começar a comprar um provedor de hospedagem para garantir que seu site funcione corretamente.

Para usar o Magento, você precisa ter o seguinte:

  • Sistema operacional. Linux x86-64 e outras distribuições Linux, como Chapéu vermelho ou Ubuntu. Você também pode desenvolver localmente no Mac ou Windows OS com virtualizações ou MAMP formulários.
  • Servidor web.  Você pode usar Apache ou nginx como seu servidor web. Se você escolher o Apache, é recomendável revisar Documentação do Apache no Magento para configurações específicas do módulo.
  • Memória. Quando tudo estiver pronto, sua configuração do Magento provavelmente exigirá 2 GB de RAM (Random Access Memory) ou mais.
  • Base de dados. Magento é compatível com o MySQL versão 5.6 e 5.7.
  • PHP: Magento recomenda o uso do PHP 7.3. Além disso, existem instruções específicas no guia de instalação do PHP, que orientará você para garantir que as extensões necessárias estejam incluídas. Esta documentação também destacará outras configurações que ajudarão a instalação do Magento a funcionar sem problemas, como habilitar o OPcache.
  • Segurança: Os certificados Secure Sockets Layer (SSL) são recomendados para transferências seguras de dados e integração com o PayPal.

Compreender esses requisitos antes de passar para a próxima etapa pode economizar algum tempo e uma possível dor de cabeça. Você não deseja gastar dinheiro se inscrevendo em um plano de hospedagem apenas para perceber que ele não oferece memória suficiente ou que a empresa usa servidores Windows, por exemplo.

Etapa 2: Selecione um host da Web e um nome de domínio

Em seguida, você precisará levar sua lista de requisitos do sistema e procurar um host da web. A maioria oferecerá o equipamento e as ferramentas necessárias para executar o Magento. Mesmo assim, é aconselhável jogar com segurança e escolher um provedor que inclua suporte especificamente para a plataforma que você usará.

Alguns hosts populares que oferecem opções de instalação com um clique para o Magento incluem:

  • Bluehost
  • Hostinger
  • DreamHost

Além de analisar os preços dos planos de cada uma dessas empresas, é aconselhável considerar fatores como desempenho, segurança e se há algum recurso adicional que você possa aderir à sua conta.

Um elemento chave para garantir o host certo para sua loja Magento é garantir que o plano que você selecionou inclua um certificado SSL. A maioria deles faz. Se você pretende integrar seu site de comércio eletrônico a gateways de pagamento populares, essa é uma parte vital da sua estratégia de segurança.

Enquanto você está nisso, é uma boa idéia também proteger um nome de domínio neste momento. Isso atuará como o endereço do seu site e será uma parte essencial da sua marca. Por isso, escolha com sabedoria.

Muitos provedores oferecem registro de nome de domínio como parte do seu pacote de hospedagem. Se o plano que você escolheu não o fizer, será necessário procurar outro lugar para realizar esta etapa.

Etapa 3: Baixe e instale o Magento Open Source

Depois de comprar um plano de um provedor de hospedagem e configurar sua conta, você pode instalar o Magento Open Source indo até a página do produto e clicando no Iniciar botão:

A página inicial da plataforma de comércio eletrônico Magento Open Source.

Em seguida, você poderá revisar um gráfico de comparação de recursos da plataforma de código aberto e do Magento Commerce. Na parte inferior do gráfico, clique em Baixar código-fonte aberto:

Os produtos Magento apresentam gráfico de comparação.

Isso o levará à página de Recursos Técnicos do Magento. Aqui você terá várias opções em termos de download do Magento Open Source. Os desenvolvedores recomendam o uso Compositor, embora você possa optar por escolher outro formato.

Você também pode determinar se deseja fazer o download da plataforma com ou sem dados de amostra. Para este tutorial do Magento, escolheremos a versão completa mais atualizada com dados de amostra incluídos:

A página de downloads de Recursos Técnicos Magento.

Se você estiver instalando a plataforma manualmente em sua conta de hospedagem na web, precisará conhecer vários pré-requisitos. De fato, se você está pensando nessa rota, recomendamos que você analise Roteiro de instalação do Magento.

Os iniciantes ainda podem instalar o Magento Open Source com um processo de instalação com um clique, se o seu host oferecer um. Para fazer isso no cPanel, navegue até cPanel > Autoinstallers:

O instalador automático do Magento no cPanel.

Depois de clicar no ícone Magento, você terá a opção de iniciar o processo de instalação, definindo suas configurações de administração.

Etapa 4: Definir suas configurações de administração

Antes de realmente instalar o Magento, convém personalizar seu nome de usuário e senha de administrador. Você será solicitado a fazer isso antes de executar o processo de instalação.

Em seguida, você precisará especificar onde sua instalação do Magento ficará no servidor e qual o caminho para o URL da sua página de login do administrador. Depois de concluir a personalização dessas configurações, clique em Instalar. Quando o processo estiver concluído, você receberá uma mensagem de confirmação:

A mensagem de sucesso da instalação do Magento.

Agora você pode clicar no URL administrativo e efetue login com o nome de usuário e a senha que você criou durante o processo de instalação. Isso levará você ao seu novo painel Magento, onde você poderá começar a criar seu novo site de comércio eletrônico.

Etapa 5: escolha e instale um tema para sua loja

Uma das primeiras coisas que você pode querer fazer é selecionar um tema para sua loja. Isso determinará a aparência do seu site. Em muitos casos, você pode modificar o que escolher para corresponder à sua marca.

Para baixar e instalar temas do Magento Marketplace, primeiro você precisa recuperar suas chaves de acesso. Você pode encontrá-los em sua conta de usuário (que recomendamos que você crie antes de iniciar a Etapa 1) navegando para Marketplace> Meus produtos> Teclas de acesso:

Gerando chaves de acesso Magento.

No Teclas de acesso página, você será solicitado a gerar novas chaves e atribuir um nome a cada uma delas. Depois de concluir esta etapa, você precisará copiar suas chaves públicas e privadas. De volta ao painel da sua loja Magento, agora você pode navegar para Configuração> Assistente de Configuração da Web> Gerenciador de Extensão:

Opções do assistente de configuração do Magento.

Quando você clica em gerenciador de extensão, você será solicitado a inserir as chaves de acesso que você acabou de criar. Depois de conectar com sucesso as chaves do Magento Marketplace ao painel de administração do site, quaisquer temas ou extensões em que você comprar e instalar aparecerão em seu gerenciador de extensão Lista:

O Magento Extension Manager.

Por exemplo, se você visitar o mercado e procurar um tema gratuito, poderá adicioná-lo ao carrinho e fazer a integração para integrá-lo ao seu site. Quando você clica em Instalar, ele será adicionado ao Extension Manager no painel do seu site.

Você precisará voltar ao seu painel de administrador e navegar para Configurações> Assistente de Configuração da Web> Gerenciador de Extensão> Revisar e Instalar. Isso exibirá uma lista de extensões ou temas prontos para instalação.

Navegue pela lista até o tema que você deseja usar. Marque a caixa à esquerda do arquivo e clique em Instalar à direita para iniciar o processo. Depois disso, você será guiado por um Verificação de prontidão para garantir que seu site seja compatível. Caso contrário, você precisará solucionar o problema antes de continuar.

Etapa 6: personalize seu tema

Depois que seu novo tema estiver instalado, você poderá acessá-lo acessando Conteúdo> Configuração. Em seguida, você pode começar a modificar suas configurações selecionando a configuração do site que deseja personalizar. É aqui que você encontra a interface para alterar ou fazer upload de um logotipo e outros elementos para sua loja online:

Opções de personalização do site Magento.

Além disso, você pode usar o Conteúdo> Elementos menu para editar as páginas e os widgets do seu site, bem como os blocos que compõem a estrutura do site.

Por exemplo, se você selecionar Páginas você verá uma lista do seu conteúdo atual disponível para edição, bem como o layout e o tema que cada página usa:

Escolhendo uma página para editar no Magento.

Existem vários recursos interessantes incluídos na interface de edição de conteúdo do Magento. Em particular, inclui uma Motor de Otimização de Busca (SEO) para cada página individual, o que pode ajudar você a melhorar a visibilidade do seu site.

Compreendendo a hierarquia de conteúdo do Magento

Vale a pena dedicar um momento para se aprofundar um pouco mais na maneira como o Magento organiza o conteúdo. Existe uma hierarquia no que diz respeito aos diferentes elementos com os quais você precisa trabalhar:

  • Websites. Ao instalar o Magento, você começará automaticamente com um site. Isso é conhecido como seu Site principal. Você também pode criar sites adicionais usando a mesma instalação.
  • Lojas. Você pode criar várias lojas em um único site. Cada um pode ter seu próprio menu principal. Embora todas as lojas de um site compartilhem um catálogo, elas podem apresentar produtos diferentes.
  • Visualizações da loja. Essa é outra maneira de oferecer uma experiência flexível aos seus clientes. Suas lojas Magento podem ter várias visualizações. Por exemplo, você pode usar esse recurso para acomodar idiomas diferentes. Nesse cenário, seus clientes poderão selecionar um idioma na primeira página para alterar a visualização da loja..

Em volta de todos esses elementos está o que os desenvolvedores do Magento chamam de “escopos”. Este elemento permite aplicar configurações em um contexto específico, ou seja, no globallocal na rede Internetloja, ou vista da loja nível.

Você pode identificar facilmente o escopo de um recurso no seu painel Magento – ele será designado com colchetes. Por exemplo, o [local na rede Internet] o escopo apareceria próximo às configurações aplicáveis ​​a tudo dentro da camada de hierarquia do site.

Etapa 7: Explore as extensões para obter funcionalidades adicionais

O Magento Marketplace também é onde você encontra extensões que podem adicionar funcionalidades à sua loja. Isso inclui tudo, desde widgets do Instagram até opções de pagamento:

Extensões do Magento Marketplace.

Para adicionar uma extensão ao site da sua loja, você pode seguir as mesmas etapas descritas para adicionar um novo tema. Você pode filtrar as extensões no mercado por vários parâmetros, incluindo preço. Depois de escolher um e fazer o check-out, você poderá fazer o download e instalá-lo.

Quando se trata de quais extensões você deve usar, a escolha é realmente sua. Tudo depende dos seus objetivos para o seu site de comércio eletrônico. Algumas categorias gerais que você pode seguir incluem:

  • Segurança. Há uma variedade de extensões Magento relacionadas à segurança, incluindo aquelas que podem adicionar um Google reCAPTCHA à sua página de checkout para impedir bots.
  • Marketing. Dependendo da sua estratégia, você pode querer analisar Apicultura para upselling e venda cruzada, ou um extensão de blog para marketing de conteúdo.
  • Acompanhamento do Analytics. O monitoramento do comportamento do cliente pode ajudá-lo a tomar decisões informadas para melhorar seu site. Uma extensão para coletar dados e criar relatórios pode ser útil.
  • Gateways de pagamento. Para que os clientes possam fazer compras no seu site, você precisará de um gateway de pagamento. Os mais populares, como PayPal e Stripe, ajudam sua loja a parecer mais confiável e a tranqüilizar os compradores.
  • Remessa. Se você está vendendo produtos físicos, é inteligente adicionar recursos ao seu site para ajudar os clientes a acompanhar o progresso do envio. Existem também extensões que podem ajudá-lo no gerenciamento de pedidos.

Você pode não necessariamente precisar ou querer extensões de todas essas categorias, mas elas estão disponíveis para você com preços variados, se você precisar.

Etapa 8: Modifique as configurações da sua loja

A última coisa que você deseja resolver antes de começar a adicionar produtos à sua loja é personalizar as configurações do seu site de comércio eletrônico. Para fazer isso, navegue até Lojas> Configurações> Configuração:

Como definir as configurações da loja no Magento.

Há muitas opções a serem consideradas aqui, mas alguns destaques que você deseja destacar incluem:

  • Configurações de local, fuso horário e moeda
  • O endereço de email a ser usado para notificações de transação
  • Se o escopo de preço deve ser [global] ou [local na rede Internet]
  • Configurações da conta do cliente
  • Opções de envio e pagamento

Quaisquer extensões adicionadas que tenham configurações que talvez você precise ajustar também aparecerão nesta lista de configurações possíveis. Depois de fazer as alterações, você precisará clicar no Salvar configuração para que eles entrem em vigor.

Etapa 9: configure suas páginas de produtos com preços e imagens

A configuração de produtos para sua loja Magento leva apenas alguns passos. Se você vai para Catálogo> Produtos você verá uma lista de suas mercadorias existentes e as Adicionar produto botão:

Como adicionar novos produtos no Magento.

Se você clicar nele, poderá selecionar o tipo de produto que deseja adicionar no menu suspenso:

  • Produtos simples: Um produto físico padrão.
  • Produtos configuráveis: Produtos simples que vêm em várias variações.
  • Produtos agrupados: Uma coleção de produtos simples que podem ser adquiridos individualmente ou em conjunto.
  • Produtos virtuais: Serviços, cursos on-line ou outros “produtos” que não exigem envio ou download.
  • Produtos do pacote: Uma coleção de itens que não podem ser comprados separadamente.
  • Produtos para download: Produtos digitais que podem ser baixados, como e-books.

O tipo de produto que você selecionar determinará o modelo que você usará para criar a página correspondente. Você sempre precisará incluir um nome, preço e número de unidade de estoque (SKU). As informações opcionais incluem peso e dimensões, quantidade em estoque e uma descrição.

Em seguida, você pode optar por fazer upload de uma imagem ou vídeo de sua mercadoria. Isso é sensato, pois a maioria das pessoas deseja ver como é um item antes de comprá-lo. Mesmo se você estiver vendendo produtos virtuais ou para download, adicione uma foto ou gráfico que represente seu serviço ou produtos digitais.

Quando terminar, clique no Salve  botão no canto superior direito. Se você está pronto para a publicação do seu produto no site, verifique se as Produto Online o interruptor também está ativado. No entanto, às vezes é melhor esperar até que todos os seus itens estejam prontos para os clientes antes de publicá-los.

Etapa 10: selecione suas opções de pagamento e envio

As opções de pagamento e envio geralmente têm um grande impacto sobre a conclusão ou não de uma compra on-line. Felizmente, com o Magento, você tem uma ampla gama de opções para esses dois elementos.

Como mencionamos brevemente na Etapa 8, você encontrará essas configurações acessando Lojas> Configurações> Configurações. Então, Métodos de Pagamento será listado em Vendas no menu recolhível na barra lateral esquerda:

Como configurar métodos de pagamento.

É aqui que você pode configurar os métodos de pagamento que acompanham o Magento. Se você decidir usar extensões para ampliar as opções para seus clientes, esse processo poderá demorar um pouco, pois você precisará configurar várias plataformas.

Cada gateway de pagamento disponível terá um Configurar você pode clicar no botão para abrir sua lista completa de configurações. Você precisará adicionar informações como os tipos de cartão permitidos e se deseja armazenar detalhes do cartão de crédito para compras futuras.

Infelizmente, a partir de setembro de 2019, a plataforma de remessa integrada do Magento foi desativada. Você ainda pode configurar facilmente uma solução para entregar seus produtos através do uso de uma extensão. Como as configurações variam de acordo com a sua escolha, verifique a documentação da sua ferramenta para obter mais instruções.

Etapa 11: visualizar e iniciar seu site

A edição de um site ao vivo pode ser confusa para os visitantes que o encontram enquanto ainda está em andamento, além de causar outros problemas em potencial. Por esses motivos, é sempre melhor usar um ambiente de preparação ou desenvolva localmente e, em seguida, envie suas alterações para o servidor.

Se você está desenvolvendo seu site localmente, a última etapa é enviar todos os seus arquivos Magento para o servidor da web. Você pode fazer isso através do aplicativo de desenvolvimento local ou com um cliente FTP (File Transfer Protocol). Isso publicará seu site na internet para os usuários encontrarem e desfrutarem:

Visualizando um site de demonstração feito com o Magento.

Por fim, o Magento tem algo para qualquer pessoa que queira iniciar uma loja online. Embora a curva de aprendizado possa ser mais acentuada do que outras plataformas ou plugins populares de comércio eletrônico, o Magento é uma opção de primeira linha para varejistas da Internet.

Conclusão

Magento é uma das várias plataformas de comércio eletrônico que estão crescendo em popularidade. Muitos provedores de hospedagem de sites oferecem opções de instalação com um clique para configurá-lo online. Ainda assim, configurar sua nova loja on-line e funcionar da maneira que você quiser pode levar algum tempo.

Você deve ter informações suficientes neste tutorial para avançar mais rapidamente no processo. Mesmo assim, você pode achar que deseja obter mais informações para dar um passo adiante. Felizmente, existem alguns recursos úteis disponíveis online, incluindo:

Como outros grandes projetos de desenvolvimento de código aberto, a comunidade de desenvolvedores Magento é bastante útil.

Você está pronto para iniciar seu site de comércio eletrônico com o Magento? Compartilhe conosco suas dúvidas sobre o processo de instalação na seção de comentários abaixo!

Jeffrey Wilson Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.
follow me
    Like this post? Please share to your friends:
    Adblock
    detector
    map